Our Blog

Nos últimos dias a prática do “rolezinho” em shopping centers de São Paulo tem se tornado uma manifestação quase habitual. Trata-se da invasão de estabelecimentos comerciais por multidões não consumidoras de jovens convocados pelas  redes sociais exclusivamente para um tropel a esmo, à guisa de diversão. Entendo que se trata do mesmo fenômeno que tem chamado multidões às ruas, prejudicando o trânsito e realizando quebra-quebras do patrimônio público e privado. É mais um sintoma da desordem crescente que tomou conta do Brasil nos últimos anos.

É preciso que se diga que é uma obrigação do poder público reprimir os “rolezinhos”. Estabelecimentos comerciais estão sendo prejudicados, mas, mais ainda, estão sendo prejudicados os consumidores, que não conseguem realizar seus passeios em paz, sem que as hordas mobilizadas artificialmente os atrapalhe e os ameace. Esse ajuntamento de desocupados não realiza compra alguma, mas tem um enorme potencial destrutivo. Qualquer correria pode acabar machucando ou matando alguém.

Não se trata aqui do simples direito de ir e vir. Se é injustificada a tolerância do poder público, que evita reprimir as multidões que interrompem o tráfego, em prejuízo da maioria ordeira e trabalhadora, mais ainda o é quando se trata de estabelecimentos comerciais privados. Sem ordem, sob baderna, um shopping center terá sua clientela espantada e dispersada. A única razão de ser desse tipo de estabelecimento comercial é a venda aos consumidores. Multidões de desocupados hostis não podem ser aceitas, sob pena de inviabilizar os estabelecimentos.

É preciso todo rigor na repressão aos “rolezinhos”. Não se invoquem supostos direitos para justificar o malfeito. Não existe nenhum direito consagrado à destruição das vendas alheias e de prejudicar a tranquilidade dos consumidores no interior de estabelecimentos privados. Tolerar esse tipo de atentado é negar o Estado de Direito.

 

administrator

One Comment

  1. ROLEZINHO >>> Estado não é Tributarista é Confiscatório, nos obriga pagamentos extorsivos não retorna os benefícios básicos ao povo…

    Via Livre – “Rolezinho Pedágio #LinhaAmarela” solicito as liderança pra se mobilizarem e marcar dia e hora…
    http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2014/01/528169.shtml

    DIA A DIA MP_RJ ENVERGONHA CARIOCAS Justiça proíbe pedágio BR 101 de acordo com Código Consumidor http://blog.direitodopovo.com.br/?p=7544

    Responder

So, what do you think ?


+ um = 6