Our Blog

Toda a ostensiva prosperidade da família que controla o grupo FRIBOI é o espelho do modelo fascista de administrar a economia imposto pelo PT. No início da escalada da gigante da carne eu escrevi várias vezes que estávamos vendo a oligopolização galopante, em prejuízo dos consumidores e dos produtores. Não deu outra: perda de empregos, de renda dos produtores e elevação de preços ao consumidor foi o que vimos, desde então.

 

A crise política ora em curso mostrou que os irmãos Batista se aproveitaram da sua proximidade com o poder para comprar tudo que vinha pela frente, no plano nacional e internacional. Se há mérito nessa escalada é na habilidade de se inserir politicamente no grupo que estava no poder. A grampo que Joesley Batista fabricou contra o presidente Michel Temer é apenas um passo de gratidão que o empresário goiano deu para com o PT. Mas a coisa não se esgotou no gesto, que foi um marco inicial de outros. A procuradoria-geral açodou-se em fazer um mal acordo com o alcaguete, o STF em determinar a abertura de inquérito a partir de uma prova fabricada e furada e a Rede Globo em tentar depor o presidente da República a partir da bancada do Jornal Nacional.

 

Felizmente o presidente Michel Temer resistiu e denunciou a armação, que muito custou à Nação em termos de credibilidade. O alcaguete também lucrou com a estripulia, apostando contra a moeda nacional e fazendo suspeitíssimas operação na bolsa de valores. Um crime perfeito foi cometido nas barbas do procurador geral, mais interessado em destituir Michel Temer do que perseguir meliantes.

 

A presente crise está longe de ter sido superada e afinal penso que dificilmente o presidente Michel Temer resistirá, o que é muito ruim para o Brasil. Tudo de que se precisa é tranquilidade na transição, é tudo que o alcaguete de Goiás, a serviço do PT, não permitiu. Esse senhor é quem deveria ser destituído da gigante que criou com dinheiro público de baixo custo. Pelo acordo com a Procuradoria Geral, não sofrerá nenhum tipo de punição e de perseguição judicial.

 

O fato é que ainda não conseguiram o objetivo principal: a renúncia de Michel Temer e, com a vacância, a antecipação das eleições presidenciais antes que Lula seja proscrito pela certa condenação que receberá do juiz Sérgio Moro. Esse é o pior cenário – Lula candidato viável – pois lançará o País em luta fratricida e, mesmo que Lula perca, ficará fortalecido como chefão das oposições.

 

O mal triunfará e o bem deixará a vida pública, assim parece. Mas podemos ter surpresa. A corajosa e inglória resistência de Michel Temer contra o império da Rede Globo, da Friboi e do PT foi algo inesperado, que enfraqueceu a investida e impediu a garantia de vitória política na primeira refrega. É possível que não haja antecipação de eleições mesmo que Temer saia e isso já é grande vitória. É possível que o alcaguete de Goiás tenha seus termos de delação revistos. É possível que o BNDES afinal esteja fechado à milionária expansão do Friboi. Tudo deu errado para os revolucionários.

 

Se o STF prolongar a avaliação da fita fabricada com o grampo e se desconhecer afinal a denúncia, as forças do caos poderão colher uma grande derrota. Assim espero, que a sensatez prevaleça e que o presidente Temer conclua seu curto mandato. Para o bem do Brasil.

administrator

So, what do you think ?


7 − um =