Desde que foram publicados no Brasil estou lendo e relendo os dois livros de Mark Lilla, que não saíram da minha cabeceira da cama na intenção de eu produzir um comentário (A Mente Naufragada e A Mente Imprudente, ambos pela Editora Record) sobre ambos. Eu não conseguia escrever, não tinha um gancho, não sabia o

Read more…

Hoje os jornais estão cheios de proposta e artigos que distinguem sobejamente a direita da esquerda política. Eu quis escrever estas linhas porque o ilustre Celso Ming (Ver aqui) começou seu artigo dizendo que não há diferença entre direita e esquerda e depois todo o resto do artigo foi para mostrar a irracionalidade das posições

Read more…

Lula desobedeceu à ordem da Justiça para se entregar ontem e hoje fez um discurso encharcado de emocionalismo às postas de sua prisão. Ao final do discurso anunciou que iria se entregar, não sem antes ameaçar o juiz Sérgio Moro, o Ministério Público, a Rede Globo, a imprensa em geral e todos aqueles que julga

Read more…

José Padilha abriu um debate nacional ao divulgar sua série na Netflix O Mecanismo. Padilha, como bom isentão e companheiro de viagem da esquerda, denunciou a corrupção como um mecanismo retroalimentado, como se não tivesse causa ou se sua causa estivesse apenas na natureza humana ou na concupiscência e não na estrutura política e econômica

Read more…

Vi todos os capítulos da série O Mecanismo que estão disponíveis. Só elogios. Padilha conseguiu fazer um filme sem favelados. Peca por ser politicamente correto, “nem direita e nem esquerda”, mas acerta no conjunto. Muito bem dirigido. Apresentou o Brasil em prisma belo. Fotografia de tirar o fôlego. Todo mundo é de esquerda. Sérgio Moro

Read more…

Todos conhecemos as “viúvas” de Lula: os militantes do PT, seus eleitores alienados, os comunistas radicais que nunca chegarão ao poder, os empresários oportunistas que enriqueceram com ele e Dilma na Presidência, jovens universitários candidatos a comissários do povo, artistas viciados em boquinha estatal, os militantes alugados que recebiam diárias e pão com mortadela e

Read more…

“Se a treva fui, por pouco fui feliz. Se acorrentou-me o corpo, eu o quis. Paulo Mendes Campos   Um dia depois da condenação Lula continua a conclamar sua militância a não sei que gesto para resistir à decisão da Justiça. Ele erra não apenas como cidadão, sujeito às leis que é, mas como líder

Read more…

O recente debate no Youtube entre Olavo de Carvalho e Paulo Roberto de Almeida, embora profundo, me deixou com gosto de “quero mais”. Coincidiu que eu estava lendo o livro de Eric Voegelin editado pela É Realizações, o volume I da História das Ideias Políticas (Helenismo, Roma e Cristianismo Primitivo). Lá Voegelin esboça uma teoria

Read more…

A nação queda à espera do novo presidente, que marcará a superação da nefanda era do mensalão e do petrolão, equivale a dizer, da era do PT.  Hora de consultar o futuro, de perguntar ao oráculo o que será o amanhã, ou seja, os próximos dois ou três anos, período em que a nova correlação

Read more…

Certos liberais estão apegados ao sucesso econômico da China como se ali tivéssemos a prova empírica das verdades liberais, um suposto triunfo do liberalismo. Um grande equívoco. O liberalismo chinês é, no dizer de Mark Lilla, um “mercantilismo despótico”. Despótico sim, porque o regime político chinês é de partido único, sem independência do Legislativo e

Read more…