Quando escrevi o artigo O complexo de Helena foi por uma necessidade imperiosa que senti de tentar explicar alguns fatos irracionais que custam vidas, especialmente dos jovens. Naquela oportunidade peguei o caso de um homem jovem que fez uma chacina por um motivo banal, a prostituta de quem ele gostava estava atendendo outro homem e ele se

Read more…

Foi anunciado que o Brasil já tem 13,5 milhões de desempregados, o que significa muito mais. Por questão metodológica só são computados como desempregados os que ainda procuram emprego, não desistiram da busca. O desemprego real é muito mais. Uma sociedade que não provê meios de vida para o conjunto de sua população não é

Read more…

Ontem eu não fui às manifestações porque não sou profissional de manifestações e tenho mais o que fazer da minha vida dominical. Ao meio dia estava na Igreja de Nossa Senhora do Brasil ouvindo a Santa Missa e depois fui almoçar e dormir, como gosto de fazer.  As esquerdas é que têm os manifestantes profissionais,

Read more…

O cineasta José Padilha escreveu no jornal O Globo artigo que está dando o que falar (A importância da Lava Jato) mas, infelizmente, olhou a realidade nacional com olhos míopes, sem enxergar em profundidade os traços psicológicos e sociológicos da nossa gente. No primeiro dos seus 27 parágrafos enumerados ele escreveu:   “Na base do

Read more…

Leandro Karnal fez uma resenha quase exaustiva sobre a literatura a respeito do conservadorismo (O que é ser conservador?) digo quase porque tem a falha imperdoável de não citar Russel Kirk e Olavo de Carvalho, nosso mais brilhante escritor sobre o tema. Mas nem Karnal é perfeito, senão seria Espiritual. E, piormente, reduziu os matizes

Read more…

Há um duelo institucional em curso no Brasil, bem espelhado no Editorial do jornal O Estado de São Paulo na edição de hoje. O Poder Judiciário tem legitimidade para revisar e inovar sobre as decisões legislativas? Essa questão remete ao centro da legitimidade da representação política, ponto fascinante para os que se debruçam sobre o

Read more…

Pode parecer senso comum dizer que o Brasil mudou. Digo o Brasil real, não a percepção do que dele temos. Desde 1985 os governos, em suas diversas instâncias, foram entregues a quadrilheiros irresponsável, os quais queriam, os mais brandos, apenas enriquecer rápido roubando o Estado ou fazendo negócios, intermediando tudo com o Estado. Os mais

Read more…

Donald Trump assume o poder nos EUA amanhã, 20 de janeiro. É claro que não é uma simples mudança de poder “normal”. Trump representa forças políticas que há muito tempo não chegavam ao poder, mesmo quando havia alternância de partidos nas eleições. Isso porque havia um consenso entre as elites de que a expansão do

Read more…

Werther, quando resolveu cometer suicídio, pensou antes em cometer homicídio, matando Carlota e o marido. O desfecho da história que marcou o romantismo em nada mudaria. Associado ao fascínio do feminino pelo masculino (e vice-versa) está sempre um jogo psíquico poderoso e, por vezes, irresistível, que leva a desfechos trágicos.   Chamo a isso Complexo

Read more…

Teremos, enquanto coletividade, um Natal mais pobre em 2016, mas certamente não teremos um Natal menos feliz, mesmo que saibamos que muitos milhões de desempregado “pularão” a ceia e os presentes não serão ofertados em muitas famílias por absoluta penúria, vítimas dos nossos maus governantes. O Natal, todavia, está além da ceia e dos presentes.

Read more…