Abstraindo do fato óbvio de que aos brasileiros está vedado verdadeiramente escolher, visto que o segmento da direita política não tem apresentado nenhum candidato competitivo e a briga eleitoral acaba acontecendo entre representantes esquerdistas, é importante dizer que o eleitorado resolveu dar um basta no PT, a partir do grande colégio eleitoral que é o

Read more…

O país acompanha estarrecido as revelações de Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef sobre as estripulias da corrupção de larga escala. Todos já sabem e mesmo sentiram na pele a perene corrupção de pequena escala, aquela do fiscal da prefeitura ou do Trabalho. Se a corrupção é intrínseca ao homem, ela o é mais ainda

Read more…

Estou lendo uma biografia recente do Ortega y Gasset e já cobri com os olhos uma boa metade do seu volume avantajado. O livro me veio à memória porque, no começo dos anos Vinte, o filósofo espanhol escrevia textos desesperados que formaram, depois, o volume Espanha Invertebrada, prolegômeno do famoso A Rebelião das Massas, publicado

Read more…

É indubitável que o Brasil vive numa encruzilhada histórica. Temos o PT governando há doze anos e bem vimos o que aconteceu: o partido colocou o Estado, sua burocracia e seus recursos para o propósito megalomaníaco de fazer do Brasil o centro da revolução latino-americana. Quem duvida disso basta olhar para a diplomacia brasileira, outrora

Read more…

A boutade de Abílio Diniz, o empresário que aderiu de mala e cuia ao PT, vem muito a calhar aqui: “o país não é ingovernável, mas é ‘ingerenciável’.” Esse tem sido o resultado das sucessivas administrações esquerdistas, desde 1985. Os governos Lula e Dilma aprofundaram a transformação do Estado, de tal sorte que se criou

Read more…

Todos os candidatos estão usando o mote da “mudança”, até mesmo quem é da situação, tentam seduzir o eleitorado para o engajamento revolucionário. Os marqueteiros admitem que sem o mudancismo não se ganha, ignorando solenemente que o povo brasileiro é majoritariamente conservador e não deseja mudança na ordem estabelecida. Dilma Rousseff não cansa de dizer

Read more…

Fui ver o espetáculo Elis, a Musical, em cartaz no Teatro Alpha. Uma superprodução muito bem cuidada, com texto de Nelson Motta e Patrícia Andrade, contando relances da biografia de Elis Regina e, claro, seguindo a trilha sonora das canções gravadas pela cantora. No papel principal Leila Garin, brihante, convincente, ótima cantora, acompanhada de ótimo

Read more…

Adorei o filme Robocop dirigido por José Padilha. De qualquer ângulo que se olhe é um bom filme, exceto por um grave erro no argumento, sobre o qual já falarei. O remake só não é uma obra prima porque escapou da discussão de fundo sobre a Justiça e seu aparato repressivo. Essa discussão levaria à

Read more…

Como percebo o cinema? Como um conjunto de técnicas e ações que buscam contar uma história na linguagem própria do cinema. A base de tudo está no texto. A arte de representação se insere como parente do teatro, mas é dele diferente, porque as cenas podem ser repetidas quantas vezes necessárias, até a perfeição, permitindo

Read more…

Junho de 2009 Eu sempre soube que José Sarney nunca foi um estadista, no sentido dicionarizado de ser uma pessoa que tem liderança política e sabedoria para se portar acima dos interesses gremiais menores e em prol dos interesses gerais. Sempre me pareceu que o senador pautou sua vida política pela mesquinharia, pelo compadrio, pelo

Read more…