Os governantes que se apressaram atender reivindicações das massas em movimento criaram para si uma armadilha fatal, ao lhes concederem legitimidade nas reivindicações. A massa é faminta de tudo e passará, desde agora, a pedir tudo que julgar ter direito, de transporte a Educação e Saúde, tarifa zero, fim da corrupção e tudo mais que

Read more…

A explosão  de violência que ontem se viu, ao abrigo do chamamento para mobilização do Movimento Passe Livre, era perfeitamente esperada. Nenhum movimento de massa, bradando palavras de ordem raivosas, escapa a esse desfecho. O surpreendente, desde o início, foi o apoio dado pelos meios de comunicação na convocação e no incentivo para que a

Read more…

A PERGUNTA DE ORTEGA 28/06/2008   Nos últimos meses debrucei-me seriamente sobre os escritos de Ortega y Gasset, particularmente sobre o seu monumental REBELIÃO DAS MASSAS, obra escrita a partir de 1926 em capítulos publicados em jornais. Destino maiúsculo deste pequeno grande livro, escrito na pressa dos textos jornalísticos, mas de grande profundidade analítica. Ortega conseguiu

Read more…

Estão em cursos ações de movimentos políticos radicais, em vários estados da Federação, protestando contra a elevação das tarifas de transportes coletivos. Os movimentos estão mais fortes em São Paulo e no Rio de Janeiro, locais onde, nos últimos três dias, ocorreram fortes enfrentamentos com a polícia. Em São Paulo a coisa está próxima do

Read more…

ORTEGA E AS CIRCUNSTÂNCIAS 22/07/2008   A mais famosa frase cunhada por Ortega y Gasset, ele que era um escritor que construía frases memoráveis a cada página escrita, é: “Eu sou eu e a minha circunstância e se não a salvo, não salvo a mim mesmo”, posta no intróito ao livro Meditaciones del Quixote”. Depois

Read more…

MEDITANDO COM ORTEGA 13/09/2008   O livro Meditaciones Del Quijote, de Ortega e Gasset, é notável não apenas pelo conteúdo e pelo lugar central que ocupa na obra do autor, mas também porque nele contém uma Nota ao Leitor (responsável por 20% do texto da obra) que é uma espécie de manifesto filosófico e uma

Read more…

O DITO DE PEDRO 04/07/2007   Eu fico com as palavras de Pedro, citadas nos Atos (5,29): “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens”, entendido esse último coletivo como o Estado. Se você, meu caro leitor, está sentindo o desconforto que eu sinto, se está desanimado com os desmandos da oclocracia que nos

Read more…

Moral e política 4 de Junho de 2002   “History is again on the move” (Toynbee). Fazer política não é necessariamente fazer o bem. Essa verdade é tão antiga quanto a obra de Maquiavel. O grande perigo é justamente confundir os campos de ação, o da moral e o da política. No âmbito moral, temos

Read more…