Donald Trump assume o poder nos EUA amanhã, 20 de janeiro. É claro que não é uma simples mudança de poder “normal”. Trump representa forças políticas que há muito tempo não chegavam ao poder, mesmo quando havia alternância de partidos nas eleições. Isso porque havia um consenso entre as elites de que a expansão do

Read more…

Werther, quando resolveu cometer suicídio, pensou antes em cometer homicídio, matando Carlota e o marido. O desfecho da história que marcou o romantismo em nada mudaria. Associado ao fascínio do feminino pelo masculino (e vice-versa) está sempre um jogo psíquico poderoso e, por vezes, irresistível, que leva a desfechos trágicos.   Chamo a isso Complexo

Read more…

Teremos, enquanto coletividade, um Natal mais pobre em 2016, mas certamente não teremos um Natal menos feliz, mesmo que saibamos que muitos milhões de desempregado “pularão” a ceia e os presentes não serão ofertados em muitas famílias por absoluta penúria, vítimas dos nossos maus governantes. O Natal, todavia, está além da ceia e dos presentes.

Read more…

Tem algumas mentiras econômicas doutamente proferidas que parecem verdades e são sonoras mentiras. Ou parecem justas e na realidade conduzem a imensas injustiças. Digo isso a propósito de um ponto específico. O economista Marcos Lisboa gosta de se jactar como sendo o autor da política pública de dar crédito consignado aos funcionários públicos e aposentados

Read more…

Não sei o que é mais hilário, se as previsões furadas que os falsos analistas e verdadeiros propagandistas da causa da Hilária sobre sua eleição “certeira” ou as ridículas explicações que os mesmíssimos analistas tentam alinhavar para o fracasso rotundo de suas previsões. Estamos diante do caso do mentiroso que acreditou nas próprias mentiras. Eu

Read more…

Fui um dos poucos analistas que previu a retumbante vitória de Donald Trump, que inferi por conta própria vendo os dados da realidade, contra a opinião da mídia e dos institutos de pesquisa. Mais do que nunca a questão vital falou mais alto e as mentiras midiática caíram no vazio, sendo incapazes de seduzir o

Read more…

Há teleologia num texto de um autor de ficção? Sim. Um autor quererá demonstrar uma tese, uma convicção do seu grupo social e até mesmo alguma crença inconsciente que tateia sem saber. Até mesmo o Zeitgeist ele expressa, querendo ou não. Vemos isso em Guimarães Rosa, nosso grande romancista, mas essas crenças – as suas

Read more…

O noticiário diário, controlado por pessoas ideologicamente comprometidas com as ideias da esquerda, fala-nos de globalização como se o léxico tivesse um único significado. Com efeito, quando falam em globalização normalmente os órgãos de imprensa se referem a aspectos do comércio internacional e transações financeiras, movimento de pessoas e imigração, sem dar maiores explicações sobre

Read more…

Hora de fazer um balanço preliminar das eleições municipais recém realizadas e ainda não concluídas em cidades relevantes como Rio de Janeiro. Esses resultados devem ser vistos em conjunto com o fato não menos importante do impeachment de Dilma Rousseff, movimento que compõe os dois lados da mesma moeda que rifou o PT do poder.

Read more…

Todo mundo já leu em algum lugar a famosa frase do francês Frédérik Bastiat: “O Estado é a grande ficção pela qual todo mundo se esforça para viver à custa de todo mundo”. Ele escreveu essa frase sarcástica no final do século XIX e a realidade desde então só piorou. Nos albores do século XX

Read more…