É preciso compreender a obra de Jung e talvez o melhor texto para ver como o psicólogo suíço tropeçou nas próprias pernas seja no ensaio publicado em 1945, “Depois da Catástrofe” (inserido no livro Aspectos do Drama Contemporâneo, editado pela Vozes). É certo que esse texto só será compreensível, em todo o horror de suas

Read more…