Não é de hoje que acusam os shopping centers de promover apartheid social, quando, na realidade, ocorre exatamente o contrário. Lembro de quando eu era membro da CNLU, órgão que então autorizava a ampliação do “solo criado” em São Paulo, e ali ocorriam debates acalorados entre os arquitetos e urbanistas “progressistas”, que odeiam esse tipo

Read more…